Incorporação na Umbanda

Início » Incorporação na Umbanda

A primeira incorporação na Umbanda e todos os seus sintomas é sempre um assunto de grande interesse.

Foi por isso que convidamos Sandra.

Ela é uma Umbandista desde sempre e já assistiu a várias incorporações ao longo da sua vida e vai falar sobre a sua primeira vez!

Sandra é a melhor pessoa do mundo para lhe relatar tudo aquilo que viu, para falar sobre sintomas e todos outros detalhes que mais ninguém iria conseguir revelar.

Portanto acredite, vale bem a pena ler a sua matéria.

Não perca mais tempo, comece lendo logo abaixo toda a experiência de Sandra sobre as incorporações!

O que é uma incorporação na Umbanda?

Incorporação na Umbanda

Quando a Umbanda surgiu a mais de 100 anos, as incorporações aconteciam de forma inconsciente.

Os médiuns não sabiam o que tinha acontecido durante os trabalhos de atendimento ou cura, eles adormeciam… Suas mentes não estavam atentas…

Mas, com o passar do tempo a Umbanda ficou mais conhecida e hoje a incorporação em sua maioria é totalmente consciente.

Ou seja, o médium sabe exatamente o que está fazendo e dizendo.

Ele apenas não consegue controlar os movimentos e gestos das entidades, que no geral dançam ou batem o pé como forma de descarrego.

Ao contrário do que muitos dizem, a alma não se afasta ou saia do corpo do médium.

E não existe a possibilidade de dois espíritos ocuparem o mesmo corpo.

Por isto a incorporação se dá através da mente, a entidade fica atrás ou ao lado do médium e vai orientando-o a fazer o que é preciso para atender as necessidades daquela pessoa que está ali em sua frente.

A incorporação na Umbanda se dá pela afinidade das duas mentes que irão trabalhar juntas.

A do médium que precisa estar preparado para receber sem interferência as mensagens da entidade que está ali, do lado, fazendo com que o seu “ cavalo” recebe de forma clara o que é preciso ser feito.

Mas existe um problema na incorporação consciente…

A maioria dos médiuns acham que estão agindo por conta própria, às vezes nem acreditam que estão incorporados e acabam por passar à frente da entidade.

Como incorporar uma entidade?

Incorporando uma entidade

A incorporação acontece por conta da afinidade das mentes.

O médium precisa estar preparado para o dia, com os preceitos da casa.

Como por exemplo:

  • Não comer carne no dia anterior a gira;
  • Não ter relações íntimas;
  • Tomar seu banho de proteção ou de defesa;
  • Acender suas velas para a direita (pais de cabeça) e para a esquerda (Exus e Pombo Giras), além da vela do anjo de guarda.

Firmar seu pensamento no trabalho que vai acontecer que pode ser de caboclo, baiano, ou qualquer outra linha, e se manter em paz, para que a incorporação aconteça.

No geral o que fazemos é nos mantermos em oração até a abertura dos trabalhos.

Isto não quer dizer que não se possa conversar, rir, tudo isto é permitido, mas no momento dos trabalhos precisamos estar prontos para a incorporação, ou irradiação da entidade.

7 Sintomas da primeira incorporação na Umbanda

médiuns com sintomas da incorporação

No título falamos em cerca de 7 sintomas, isto porque são os mais comuns.

Vou falar daqueles que sinto quando acontece a incorporação, provavelmente são iguais para a maioria das pessoas.

Quem é médium de incorporação, vai entender muito bem o que vou dizer agora, a primeira incorporação a gente nunca mais esquece.

  1. Começa sempre com um tremor no corpo e uma respiração que altera;
  2. Não existe contorcionismo, nem gestos exagerados;
  3. O que sentimos é que uma energia vem se aproximando de nós, e nos pega pelos chacras, principalmente o umbilical, não que os outros chacras não estejam envolvidos, mas o umbilical é o primeiro ou o que mais sentimos.
  4. Sentimos que alguém está próximo, não sabemos ainda como ele age, o que faz e como fala, se brada, se usa alguma linguagem particular, mas isto tudo passa assim que a incorporação acontece.
  5. Na primeira vez, talvez você não fale…
  6. Não beba e nem fume, talvez você não faça nada, fique parado em um canto do terreiro, apenas se acostumando com a presença daquela entidade.
  7. No meu caso em especial, o meu rosto treme, é estranho dizer isto, mas meu rosto treme e eu sei quem está para chegar.

A minha primeira incorporação foi com Exu que ficou parado do mesmo jeito.

Desde o momento em que chegou até o momento de ir embora, às vezes dava uma gargalhada, mas não disse uma palavra, nem seu nome ele me disse.

Isto aconteceu comigo, o que não quer dizer que seja uma regra, e que todos serão da mesma forma.

Tudo vai depender da mediunidade da pessoa, do tempo de desenvolvimento, enfim, são muitas as variáveis.

Qualquer pessoa pode incorporar na Umbanda?

Se for médium de incorporação, sim.

Caso a mediunidade desta pessoa for outra, ela poderá atuar no terreiro de várias outras formas.

Ela pode ser vidente por exemplo, ela pode ser de transporte, existem outras formas de atuar em um centro de Umbanda além da incorporação.

Lembrando sempre que incorporar é sempre uma dívida cármica (que eu considero uma benção), que precisamos pagar e que assumimos a responsabilidade ao encarnarmos.

A pessoas que atuam como cambones (ajudam os médiuns e espíritos incorporados), podem nunca incorporarem.

Isto acontece porque sua mediunidade é outra, e nem por isto deixam de ajudar na obra de caridade que é a Umbanda.

Mas isto não é uma regra, ou seja, a de que cambones não incorporam.

Tem muitos médiuns que começam seus trabalhos no terreiro como cambones e vão se desenvolvendo, outros não.

Conclusão

Gostaria de concluir este assunto, sem nenhum intensão de esgotá-lo, dizendo que a incorporação é uma benção em todos os sentidos.

Para os consulentes que são assistidos pelas entidades… Pelos passes que recebem cheios de amor e de misericórdia… Pelas palavras de conforto ou de ensinamento…

E para o médium o bem-estar da missão cumprida, de ter feito de forma correta o seu trabalho.

Por ter se dedicado algumas horas a ajudar o próximo… Sem esperar com isto nada em troca…

O trabalho de fato é por amor e caridade! Não existe outra razão para estarmos lá.

E eu, assim como todo médium de incorporação, agradece todos os dias pela oportunidade de poder ajudar…

Ajudar a melhorar a vida de alguém! E sem percebemos estamos melhorando a vida de uma família toda, e de brinde melhorarmos a nossa.

Recomendo que leia ainda este artigo sobre sintomas de quem carrega Pomba Gira e sobre os guias espirituais.

Salve a Nossa Umbanda, Salve os Médiuns de Incorporação!

Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Experimente todos os nossos oráculos online grátis.

 Jogo de Búzios

 Tarot dos Orixás

 Runas do Amor

 Tarot: Bola de Cristal