Amalá de Xangô

Início » Amalá de Xangô

Se pretende fazer um pedido complicado a uma determinada entidade, precisa lhe realizar uma oferenda a altura. Neste caso, uma Amalá de Xangô serve para isso mesmo.

Essa receita popular que normalmente é feita com quiabo, serve para praticamente todas as finalidades.

Então, apenas precisa aprender a como fazer e até mesmo a como oferecer ela da maneira correta. Portanto, se quer aprender isso da maneira bem simples e rápida, apenas precisa continuar a ler este artigo.

Para que serve Amalá de Xangô?

A Amalá de Xangô é uma receita preparada a fim de realizar um pedido ou fazer um agradecimento direcionado a Xangô

O preparo deste Amalá é algo que deve ser feito respeitando situações específicas, a fim de utiliza-lo de modo correto. 

Assim, o preparo de um Amalá de Xangô deve ser feito quando o sujeito busca auxílio a resolução de questões judiciais com as quais esteja envolvido. 

Além disso, ele deve sempre ser preparado como um modo de agradecer ao que é alcançado, assim como pela presença de Xangô diante seus pedidos. 

Fazer este preparo para agradecer transmite energias positivas, as quais facilitam para que Xangô permaneça sempre ao seu lado quando se mostrar necessário. 

Como fazer Amalá de Xangô

Amala de Xangô com quiabo
Receita com quiabo

Existem diversas receitas para se fazer um Amalá de Xangô do modo apropriado, assim confira algumas das principais que são utilizadas.

Vamos ensinar 2 receitas bem fortes e conhecidas, uma delas utilizando quiabo e outra utilizando rabada. Pode escolher a que achar mais indicada para a sua situação, mas não existe uma diferença muito grande entre as duas. 

Amalá de Xangô com quiabo

Vamos começar com a receita mais conhecida e popular de todas. É um pouco complexa, mas com alguma paciência vai conseguir fazer ela de maneira correta.

O Amalá de Xangô com quiabo nos ingredientes é um dos mais conhecidos, para fazê-lo separe os seguintes itens: 

  • 1 kg de quiabo;
  • 2 cebolas grandes; 
  • 100 gramas de camarão seco; 
  • Mel; 
  • Azeite de dendê; 
  • Panela; 
  • 1 gamela (vasilha de madeira); 
  • Papel branco; 
  • Caneta; 
  • 1 vela de 7 dias (pode optar entre as cores branca e vermelha ou branca ou marrom). 

Uma vez que tenha todos os ingredientes e itens necessários à sua disposição, é possível iniciar o preparo da Amalá. 

Comece por escrever no papel quais são os seus pedidos ou o motivo pelo qual está agradecendo, reservando em seguida. 

O passo seguinte é preparar quiabos para decorar o Amalá. 

Para isso, pegue 8 deles e os corte de modo vertical, partindo-os ao meio e deixando separado. 

Feito isso, o restante dos quiabos devem ser picados em rodelas bem finas. 

Com os quiabos prontos para preparo, corte a maioria das cebolas em um tamanho bem pequeno para refoga-las e as restantes corte em rodelas, separando-as junto aos quiabos de enfeite. 

Leve a panela ao fogo alto e coloque azeite de dendê o bastante para cobrir todo o fundo, adicionado então a cebola e mexendo para refogar. 

Posteriormente, adicione também os camarões e o quiabo, refogando até que ele solte bastante baba. 

Quando a comida estiver pronta, apague o fogo e estenda o papel do pedido aberto na gamela, colocando o preparo por cima. 

Somente quando esfriar, adicione os quiabos e cebolas que foram separados para fazer a decoração, finalizando com mel para regar. 

Assim que cumprir todos os passos é o momento de depositar seu Amalá em algum local adequado

Se puder, coloque-o em lugares como cachoeiras ou pedreiras, mas se não tiver acesso, encontre uma árvore frondosa e o deixe lá. 

Não esqueça de acender a vela, deixando-a junto, e reforçando o pedido ou agradecimento feito a Xangô. 

Receita com quiabo e rabada 

Antes de mais nada, queremos informar que a receita do vídeo é ligeiramente diferente da nossa. Então, não espere que o procedimento de ambas seja igual.

A versão do Amalá que leva rabada no preparo não é tão comum quanto a anterior, mas é tão efetiva quanto. 

Resolvendo optar por seu preparo, confira se possui os seguintes itens: 

  • 500 gramas de quiabo;
  • 250 gramas de fubá branco; 
  • 1 cebola; 
  • Rabada cortada em 12 pedaços; 
  • 1 vidro de óleo de dendê.
  • Papel branco e caneta; 
  • 1 gamela; 
  • Panela; 
  • 1 vela. 

Tal como a receita anterior comece o preparo por cortar os ingredientes necessários. 

No caso do quiabo, separe 12 deles a fim de utilizar como decoração, os demais faça em rodelas fininhas que serão adicionadas ao preparo. 

Comece por aquecer a panela, adicionando o óleo de dendê e levando a cebola para dourar. 

Em seguida, adicione a esse preparo a rabada, deixando-a cozer.

Enquanto este preparo coze, dispense atenção para o fubá, utilizando-o para preparar uma polenta. 

Quando ela estiver pronta, coloque o pedido que escreveu no papel aberto no fundo da gamela, e o cubra – assim como todo o fundo do recipiente – com a polenta. 

Coloque a rabada por cima e utilize os quiabos para enfeitar, os pondo de cabeça para baixo, encaixados no Amala. 

Qualquer pessoa pode preparar esta receita?

Embora muita gente acredite que esses Amalás são receitas muito específicas e que somente algumas pessoas podem a fazer, não é assim que funciona. 

Qualquer pessoa pode preparar essa receita, o importante é estar consciente do que está fazendo e estar preparado para isso. 

Assim, caso queira realizar você mesmo a oferenda de um Amalá, tenha certeza de seus pedidos ou agradecimentos a serem feitos, assim como do modo de preparo. 

É importante que tudo seja seguido de modo adequado, a fim de que o Amalá possa obter os efeitos desejados.

Além disso, os Amalás requerem serem postos em lugares específicos, o que deve ser respeitado. 

Desse modo, compreende-se que, embora qualquer um possa preparar a receita, é preciso refletir se possui as condições necessárias para fazê-la. 

Confira se possui todos os itens necessários, assim como se possui um lugar onde realizar a oração, deixando o Amalá no local. 

E acima disso, reflita a respeito de suas intenções para o fazer

Quando a intenção é fazer pedidos é muito importante considerar se o que se busca é compatível com o Orixá que se está buscando. 

No caso de Xangô, os pedidos geralmente estão relacionados a área que ele se posiciona, a busca por justiça na vida daqueles que o buscam. 

Após conseguir seu pedido, não se esqueça de realizar um novo Amalá, dessa vez para agradecer ao Orixá e mantê-lo ao seu lado. 

Pode ainda consultar a nossa secção das oferendas e saudações do Luz Umbanda, temos dezenas delas bem importantes para lhe ensinar!

Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Experimente todos os nossos oráculos online grátis.

 Jogo de Búzios

 Tarot dos Orixás

 Runas do Amor

 Tarot: Bola de Cristal